quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Casa de Strip e Swing esposa realizando minha fantasia



Fui com Meu Marido numa Casa de Strip e Swing Olá, sou casada a 16 anos, casei virgem e só conheço meu marido de homem, nosso casamento é realmente muito bom e estável, porem acredito que com o passar do tempo nossa relação sexual foi ficando um tanto monótona para meu marido, de minha parte nunca tive nada a reclamar, pra mim sempre esteve tudo muito bem, mas vocês sabem como são os homens sempre querendo mais, ele me pede pra fazer sexo oral, ficar de quatro, entre outras posições, nossa e implora pra que eu dê a bundinha pra ele, eu realmente não gosto de nada disso, não me sinto bem, tenho muitos preconceitos e realmente sinto vergonha. Eu e meu marido sempre saímos muito, existem aqui em Florianópolis muitos bares noturnos ótimos, só que ele agora sempre me pede para ficar bem sex, pois quer mais excitação no nosso relacionamento, diz que me quer mais digamos assim putinha, pois bem, ultimamente tenho usado sempre calcinhas do tipo fio dental e saias bem curtas que deixam minhas coxas a mostra, acompanhada de blusinhas transparentes com sutiã ou bem decotadas e sem sutiã, nossa ele diz pra mim que fica maluco de tesão me vendo daquele jeito, e realmente eu tenho que confessar que também fico exitada, embora eu seja bem conservadora não posso deixar de notar os homens me olhando, realmente a tática do meu marido para me exitar mais esta funcionando, afinal não sou de pedra, inclusive já me peguei sonhando com situações eróticas que vivi como por exemplo nos barzinhos que freqüentamos, quando eu chego é fácil perceber os homens me olhando e me desejando, na hora que estou sentada vejo eles tentando ver minha calcinha ou até mesmo meus peitinhos, nossa no começo me sentia envergonhada e culpada por estar fazendo algo errado, mas agora deixo rolar e me permito ter os sonhos eróticos mais picantes com outros homens. Agora eu sei que quem ganha mais com tudo isso é meu marido, pois estou mais solta e tarada, nosso relacionamento sexual melhorou, mas ele agora quer me levar num clube de swing e Strip que tem numa cidade vizinha no interior de Santa Catarina a uns 40 km e é esta experiência que vou contar pra vocês agora. Pois bem resolvi aceitar e curtir essa nova aventura junto com meu maridão, antes passamos num barzinho e junto com ele tomei algumas cervejas pra mim dar mais coragem, eu estava com uma blusinha bem decotada que deixava meus peitinhos a mostra e uma sainha bem curtinha mostrando minhas coxas e que ao sentar não tinha como evitar não mostrar minha minúscula calcinha fio dental, meu marido estava super exitado, então após algumas cervejas fomos a este clube, era num lugar discreto sem movimento de carros ou pessoas, entramos e até que eu gostei do ambiente, sofisticado e sem bagunça, todo mundo na sua, nada de bêbados ou engraçadinhos, existia uma grande área central onde tinha uma passarela e ao redor varias mesas e cadeiras do tipo de restaurante japonês, sabe aquelas mesas compridas com duas cadeiras também compridas de forma que isolam as outras mesas com o encosto da cadeira e que da pra sentar até três pessoas em cada cadeira, achamos um lugar ótimo bem próximo a passarela e logo que chegamos começou o show se strip, eram realmente mulheres lindas, confesso que fiquei com ciúmes do meu marido e não me senti bem, acabou a graça pra mim, meu marido ficou louco vendo aquelas mulheres peladas se exibindo pra ele e claro provocando ele ao Maximo tudo na minha frente ora. Então perguntei pra ele, foi pra isso que você me trouxe aqui pra ficar vendo você se exitar com outras foi ? e ele me respondeu, calma você ainda não viu nada a festa esta só começando, você ainda vai adorar tudo isso aqui. E me disse relaxa e procura curtir, olha lá atrás tem uma sala com mesa de sinuca, quer ir jogar enquanto as meninas desfilam. Eu disse quero sim não gostei nem um pouco de ver você olhando elas peladinhas aqui bem na sua frente e o pior você gostando de ver. Fomos pra essa sala, nossa era uma sala enorme muito luxuosa, com bar, churrasqueira, piscina na área externa e varias mesas de sinuca e de cartas no salão, todo mundo que estava ali na sua, todos acompanhados mas claro havia um clima muito grande de erotismo no ar, as mulheres vestidas de forma bem provocante e os homens excitadíssimos, eu via que elas ao abaixarem para jogar deixavam os peitinhos a mostra de propósito e quando iam sentar-se não exitavam em mostrar a calcinha, fiquei vendo tudo aqui entre outras coisas bem picantes e fui entrando no clima, meu marido também me ajudou, falando sempre pra mim relaxar e curti. Como eu estava vestida de acordo com as outras também deixei meus peitinhos a mostra quando me abaixei para jogar e claro percebi um homem olhando para meus peitinhos, rapidamente olhei para meu marido mas ele não percebeu nada, nossa isso me fez sentir um calor enorme e falei pra ele que ia até o bar pegar algo para bebermos, ele concordou e continuou jogando, ao passar pelas outras mesas de sinuca onde claro havia outros homens jogando percebia que eles me comiam com os olhos, tudo isso foi me exitando, cheguei ao bar e pedi duas latinhas de cerveja, quando estiquei meu braço pra pegar as latinhas meu peitinho da esquerda ficou a mostra e claro tinha um garotão lindo, musculoso, do tipo atleta do meu lado que ficou quase louco de tesão vendo meu peitinho bem ali pertinho dele e todo de fora, fingi que não tinha visto nada e voltei pra mesa de sinuca que estava meu marido, e ao chegar vi na hora uma mulher sentando numa cadeira e deixando sua calcinha aparecer de propósito pro meu marido ver, então resolvi entrar na onda e dei umas duas tacadas e falei que ia sentar um pouco, puxei a cadeira e me sentei deixando claro de propósito minha calcinha a mostra, nossa quando meu marido olhou ficou maluco e acredito que imaginou que eu ia cruzar as pernas em seguida para esconder a calcinha, mas ao contraria eu não cruzei as pernas e continuei deixando minha calcinha a mostra e não demorou muito pra um homem passar de discaradamente ficar olhando minha bucetinha na frente do meu marido, ai aquilo me exitou muito olhei rapidamente pro meu marido e ele sorrio e veio até mim e me disse, ta vendo você esta fazendo o maior sucesso minha gostosa, quero você assim bem safadinha, tesuda, gostosona, sem pudores ou preconceitos bestas, quero você solta pra me dar bem gostoso. Confesso que adorei a reação do meu marido, e aquilo era o que estava faltando pra eu entrar no clima, então como realmente nos não estávamos era jogando nada e só estávamos era empurrando aquelas bolas nas caçapas chamei ele pra irmos assistir novamente o strip. E para minha surpresa era um garotão quem estava na passarela, olhei pro meu marido rindo e ele me disse ta vendo, bem que eu te falei que você ainda não tinha visto nada, agora é que você vai começar a curtir. Minha nossa aquele garotão começou a tirar toda a roupa bem perto de nós, ai que vergonha, senti vergonha mas também não consegui deixar de olhar, foi uma curtição, em seguida pedimos mais uma rodada de cerveja e de repente subiu em nossa mesa uma garota muito bonita, fiquei assustada com aquilo mas logo percebi que ela ia fazer strip para meu marido, ela dançava muito bem, ai, ela mostrava a bucetinha pro meu marido sem cerimônias, ficava de quatro na cara dele e ele adorando e rindo, segurava os dois peitinhos a balançava bem perto do rosto dele em seguida sentou do lado do meu marido e perguntou se podia pedir uma bebida, eu disse que sim, podia, mas não gostei muito daquela situação, mas antes que meu clima esfriasse eu tomei o maior susto, pulou literalmente em cima de nossa mesa aquele garotão que estava no bar na hora que eu fui pegar as cervejas, nossa ele era um strip, confesso que gostei da surpresa, olhei rapidamente pro meu marido pra ver se ele estava chateado com a situação e percebi que ele estava gostando de tudo e me perguntou, E agora esta ficando bom? esta gostando?, quero você curtindo cada momento. Eu só fiz sorrir pra ele, e comecei a olhar o garotão ficar peladinho em cima de nossa mesa, minha nossa era um pau lindo e dois ovos grandes, eu já estava toda molhadinha, então ele ficou de joelhos em cima da mesa de forma a colocar o pau dele bem perto de mim, eu fiquei morrendo de vergonha do meu marido ali me olhando e vendo tudo aquilo, acredito que meu marido percebendo que eu estava sem jeito começou a mim estimular, me perguntando, e ai gosta de um cacete assim? E esses dois ovos são grandes? levantou-se e ficou em pé do lado da mesa, nossa ele estava pelado e eu nem tinha visto que ele tinha tirado toda a roupa, seu pau estava super duro, e ele me perguntou, que tal dois assim só pra você? Eu não sabia mais o que responder e fazer só conseguia rir com tudo aquilo, olhei novamente o garotão em cima da mesa e vi que seu pau estava ficando duro, minha nossa, meu marido ali do lado com o pau duro e o garotão em cima da mesa com o pau dele ficando duro também, olhei pra moça que estava sentada do lado do meu marido e ela me disse, pode curtir ninguém vai ultrapassar seus limites, vamos brincar até onde você quiser ir, pode curtir sem medos, e perguntou se podia me ajudar, eu disse que sim pois eu estava sem reação, ela então chamou meu marido e segurou no cacete dele com uma mão e com a outra comeu a acariciar seus dois ovos, confesso que não gostei nem um pouco e fiquei até mesmo com raiva, mas ela foi muito rápida, soltou meu marido e deu a volta na mesa sentando-se do meu lado, pediu para o garotão deitar sobre a mesa, minha nossa ele deitou e ficou com o cacete duro pra cima, em seguida ela segurou no cacete dele com uma mão e com a outra acariciou os dois ovos dele do mesmo jeito que fez com meu marido, aquilo realmente me tirou do serio, eu estava completamente exitada, molhada, com muita vontade, mas nunca tinha tocado em outro homem imagina dar pra outro, ela então pegou na minha mão, olhou pro meu marido e perguntou pra ele, posso ? ele disse pode, então ela levou minha mão até aquele cacete duro, cheio de veias, nossa quando toquei senti ele latejando, estava muito duro, era grosso grande, bem parecido com o do meu marido, mas claro não era o mesmo que eu estava acostumada, senti um frio na barriga, ela então deixou minha mão naquela vara dura e em seguida o garotão pegou minha mão que estava segurando o cacete dele e começou a bater uma punhetinha nele, eu de repente estava segurando um cacete duro de outro homem e ainda batendo punheta nele, fiquei assim por uns segundo e logo ela pegou minha outra mão e colocou sobre os dois ovos dele, eu não me agüentava mais, sentia aquelas duas bolas na minha mão e o cacete latejando na outra, meu marido e a garota morrendo de rir, então meu marido veio pro meu lado e colocou suas mãos pelo meu decote e começou a acariciar meu peitinhos, hum aquilo foi o Maximo de tesão, em seguida ele tirou uma das mãos e levantou um pouco minha sainha e pude sentir também seu cacete enorme e muito duro encostado nas minhas coxas estava muito quente e também latejava. Eu então com todo aquele tesão fui cada vez segurando com mais força o cacete daquele garotão e batendo punheta nele com força com muita vontade, sentia que era diferente do meu marido, dava pra perceber claramente e sentir a diferença do cacete do meu marido sem falar nos dois ovos aquilo tudo era muita loucura mas era também muito bom, e meu marido esfregando seu pau nas minhas pernas na minha bunda e quando mais que de repente senti jorra vários jatos de esperma do cacete daquele garotão, nossa os jatos iam longe ele jorrou muito esperma e era muito quente o leitinho dele, então começamos todos a rir sem parar, eu já estava totalmente no clima, livre e solta, estava curtindo tudo ao Maximo, até mesmo porque estava tendo a aprovação e o consentimento do meu marido, não tinha o sentimento de culta e principalmente de traição, coisa que eu acho abominável, tudo o que fazíamos era juntos com o aval do outro. Mas depois vimos o estrago feito, nossa minha mão estava completamente melada de esperma, a barriga do garotão e também alguns pontos na mesa, ele então levantou e me chamou para irmos nos limpar, olhei para meu marido e ele me disse que podia ir. No caminho do banheiro de ida e volta eu simplesmente vi cada sena se sexo explicito que me fez sentir uma verdadeira freirinha puritana e cair na real, puxa como reprimi e privei meu marido de tantas coisas boas, não sei como ele não terminou comigo, meu negocio era praticamente fazer só papai e mamãe, tinha nojo de chupar o pau dele, não dava minha bundinha, não gostava de dar de quatro, ver filme pornô pra mim era nojento e com tudo isso fui só reprimindo seus desejos e o que de bom a vida tem pra nos dar. Pois bem quando chequei de volta a nossa mesa, meu marido estava sentado do lado da garota ainda com o cacete dele duro, notei a vontade dela em fazer mais caricias em meu marido, então de certa forma consenti a continuação da brincadeira, tomei a iniciativa de pedir mais uma rodada de cerveja para todos e vi na minha frente ela pedir pro meu marido ficar de pé, segurou ele com as duas mãos pelo quadril e o puxou até o pau dele entrar na sua boca, nossa ela estava chupando meu marido na minha frente, eu olhei pra ele e ele estava gostando, olhei novamente pra ver como ela estava fazendo e realmente ela chupava do jeito que ele sempre me pediu pra fazer, ela colocava o pau dele quase todo na boca, chupava com vontade, sem nojo, depois ela tirou o pau dele da boca e com a mão ela segurou o cacete pra cima encostando na barriga dele e começou a chupar os ovos dele, ela colocava um ovo da cada vez na boca e com a cabeça puxava ele pra traz até o ovo sair espremido da boca dela, meu marido ia a loucura, minha nossa vi como eu era tola, e o quanto eu deixei de dar prazer a meu marido, pois o Maximo que eu fazia era chupar um pouco a cabecinha do pau dele, tinha nojo, que bobagem. Em seguida o garotão retornou do banheiro, logo olhei pro cacete dele e vi que estava mole, também eu tinha acabado de esvaziar os dois ovinhos dele, ela parou de chupar meu marido e começamos a conversar claro só tinha putaria na conversa mas muito divertido, então estávamos sentados eu e o garotão do meu lado, meu marido e a garota do lado dele, quando ela sugeriu uma nova brincadeira comigo, topei na hora, ela pediu pra que eu deitasse sobre a mesa e ficasse bem relaxada, mas sim claro, primeiro o garotão tirou toda minha roupa, só não permiti que ele tirasse minha calcinha fio dental, todos insistiram mas resolveram me deixar só de calcinha, pedi vamos com calma é minha primeira vez, não é fácil, mas em fim, ali estava eu deitada sobre aquela mesa, quando então a garota pediu-me para fechar os olhos e não abri-los de jeito nenhum, foi quando senti a mão do meu marido tocando meu peitinho da direita e em seguida a mão de outro homem tocando meu peitinho da esquerda, eu embora com os olhos fechados percebia claramente o toque de meu marido que eu já estava acostumada e o toque diferente de outro homem, quando de repente senti os dois tirarem as mãos dos meus peitinhos e por uns instantes fiquei ali parada, quando de repente senti uma boca quente chupando meu peitinho da direita e imediatamente outra boca chupando meu peitinho da esquerda, logo imaginei ser meu marido no peitinho da direita e o garotão no peitinho da esquerda, mas com a continuação das caricias e chupadas logo percebi que não era meu marido na meu peitinho da direita e sim outro homem, meu marido estava chupando o peitinho da esquerda, hum que delicia e saquei qual era a brincadeira, era pra ver se eu gostava da sensação de ser tocada por outro homem e conhecia bem o toque do meu marido, via a diferença de um homem para outro, que delicia. Abri os olhos e vi os dois um de cada lado me chupando os peitinhos, eles estavam com vontade e eu ia a loucura, é realmente uma sensação indescritível, sentir seus dois peitinhos sendo chupados de uma vez por dois homens diferentes, foi quando não resisti e peguei com a mão esquerda o cacete do meu marido que estava muito duro e com a mão direita peguei o cacete do garotão que já estava novamente duro, ai eles me chupando e eu com aqueles dois cacetes nas minhas mãos, fiquei tentando bater punhetinha nos dois mas a posição que eu estava não permitia, apenas acariciava e apertava os dois paus e os quatro ovos, quando de repente senti umas mãos firmes, pesadas nas minhas pernas levantei minha cabeça rapidamente e vi outro garotão com uma cara de safado, ele estava em pé na cabeceira da mesa que dava pra pista de strip, fiquei meio assustada mas a garota me falou, é um amigo meu, pode relaxar, ele ficou te paquerando na hora que você foi ao banheiro e te achou muito linda, fecha os olhos novamente, faz parte da brincadeira ficar com os olhos fechados, minha nossa eu estava em extasi, sentia meu marido chupar gulosamente um peitinho e outro homem chupar ferozmente o meu outro peitinho mas aquelas mãos passando por entre minhas pernas era uma coisa de louco, o tesão era incontrolável, quando de repente sinto uma língua quente nas minhas coxas, na minha barriga, aquelas mãos firmes, eu me contorcia toda, gemia literalmente, quando senti o garotão segurar minha calcinha fio dental e puxá-la pro lado mas sem tirá-la, e segurando nas minhas coxas eles começou a chupar minha bucetinha, minhas nossa que sensação, ele foi direto no meu clitóris, eu gemia alto, me contorcia toda, nenhum parava de me chupar os três me chupando com força e vontade, soltei os dois cacetes e segurei firme num braço do meu marido e no braço do outro garotão e foi ai que gozei e gozei e gozei e gozei e gozei, minha nossa parecia que não ia parar mais, fui ficando mole, mole sem forças, eu estava toda tremendo, minha respiração estava a mil, e quando eles viram que eu já tinha sentido o maior prazer da minha vida pararam de me chupar e começaram a passar as mãos pelo meu corpo todo, que delicia, a garota então me perguntou, e ai gostou da brincadeira? Eu apenas ria e ria muito, foi ai que pedimos mais uma rodada de cerveja e fui apresentada ao outro garotão tarado e safado, então a garota me disse tem outra brincadeira gostosa, vem cá, ficamos todos em pé e começamos a danças, foi a hora que me senti um verdadeiro sanduíche, um garotão me agarrou pela frente e o outro me pegou por traz, ficamos dançando os três grudados, nossa eu sentia o cacete do carinha que estava na minha frente na minha barriga e o de traz nas minhas costas, sou baixinha e eles eram bem altos, sentia os dois cacetes duros encostados em mim e os quatro ovos, de vez em quando eles se afastavam e esfregavam os paus duros na minha bunda e na minha pererequinha mas claro sem penetração, só na brincadeira, meu marido também dançava com a garota que estava alucinada pelo meu marido, percebia que ela estava muito exitada também. Voltamos todos pra mesa novamente e ela me pediu pra fazer meu marido gozar, eu deixei mas pedi pra ela não enfiar o pau dele nela, só com caricias, imaginei que ela iria bater uma punhetinha nele, ela então colocou meu marido de pé na frente dela e começou a chupar o cacete do meu marido, chupava o pau dele até os ovos e foi chupando chupando quando de repente meu marido geme e eu vejo ele gozando na boca dela, minha nossa eu sempre tive o maior nojo de esperma na boca, nem aquela melequinha que sai antes eu gosto, mas confesso que aquela sena me deixou com vontade, olha meu marido encheu a boca dela ao ponto dela deixar derramar, vi claramente que ela engoliu a maior parte do esperma, e eu nem sei que gosto tem, nunca deixei meu marido fazer isso comigo, ela então olhou pra mim e me disse, seu marido é muito gostoso, eu respondi, eu sei, o que mais poderia dizer não é. Ela então foi com meu marido se lavar e eu fiquei com aqueles dois garotões tarados do meu lado e o pior com os cacetes duros, rapidamente eles me perguntaram se eu não queria experimentar também, respondi que iria pensar no caso mas que com certeza seria o leitinho do meu marido e não o deles, rimos muito e os dois colocaram minhas mãos nos cacetes deles, resolvi tirar e esperar meu marido chegar, gosto muito do meu marido e tudo o que estávamos fazendo estávamos fazendo juntos nada às escondidas e achei que ficar ali sozinho brincando com os dois na ausência do meu marido seria uma traição, logo meu marido chegou com a garota, ela perguntou e ai vai deixar os coitadinhas assim com os pintinhos duros ou vai dar um jeitinho como eu dei no seu marido, eu olhei pro meu marido e ele falou, você que sabe, quer ? eu disse tadinho deles deixa eu dar um jeitinho então, vou secar os quatro ovinhos deles, ela me disse eu tirei todo o leitinho do seu marido, e eu disse também vou tirar deles, coloquei um deles de pé na minha frente e acredito que meu marido imaginou que eu ia fazer ele gozar na minha boca igual a garota fez com ele, senti ele apreensivo mas sorri pra ele e comecei a bater uma punhetinha no garotão acariciando os ovos até ele jorra todo seu leitinho quente nos meus peitinhos, ai que delicia sentir o esperma jorrando nos meus peitinhos e escorrendo pela minha barriga, isso me deixou louca de tesão, em seguida peguei o outro safado e olhei novamente pro meu marido e dessa vez realmente não consegui resistir, coloquei aquele pau enorme e muito duro na minha boca, nossa na hora a gente percebe que é diferente do que a gente esta acostumada, mas era muito exitante, meu marido ficou com os olhos arregalados mas deixou rolar, eu realmente estava tarada do jeito que ele sempre quis que eu estivesse, segurava com força os dois ovos do garotão e chupava com força o cacete dele colocando quase todo na minha boca do jeito que meu marido sempre quis, mas quando percebi que o garotão ia gozar tirei o pau dele da minha boca de deixei ele derramar todo aquele esperma nos meus peitinhos que já estavam todos melados do esperma do outro, que delicia, que delicia. A garota então me falou agora temos a ultima brincadeira, mas eu sabia que seria para penetração de verdade e juntamente com meu marido resolvemos parar por ali, sabemos dos nossos limites, apenas curtimos, sem envolvimento e sem maiores prazeres, esse é nosso jeito, mas com tudo isso acreditem fiquei uma verdadeira safada, tarada, uma putinha pro meu maridão, hoje realizo todos os seus desejos inclusive de fazê-lo gozar na minha boca, confesso que não é tão bom assim mas ele gosta, faz parte do sexo, até comecei recentemente a dar minha bundinha pra ele, ele adora e eu fico toda doida, ai mais doiiiiiiii, mas até que agora esta ficando gostoso, o fato é que não tenho mais pudores e vergonha do meu marido, fazemos de tudo, mas sem traição e sacanagem, somos um casal nota dez. Sempre estou lendo contos eróticos, ele que me colocou neste circuito, contos e filmes eróticos, não tem nada melhor do que tirar o Maximo de um cacete bem duro, grosso, grande e de dois ovos deliciosos.

Marcadores: , , , , , , , , ,





0 Comentários:

Postar um comentário

revistasgratisfamosas@gmail.com

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial